você sabe o que é PIC e complacência intracraniana?

A pressão intracraniana (PIC) é o reflexo da relação entre a alteração do volume do crânio e a habilidade do sistema intracraniano eixo em acomodar tal volume adquirido.

A complacência intracraniana é a capacidade natural do cérebro de estabilizar a pressão intracraniana evitando seu aumento.

sinais vitais

As medidas corporais básicas de um ser humano

Manter a saúde é uma necessidade ancestral e universal, além de um sonho da humanidade.

Ao longo do tempo, aprendemos a acessar e compreender indicadores que apontam alterações importantes nas funções do nosso organismo. Estes indicadores são os chamados sinais vitais.

A partir da observação destes sinais, entendemos o que está acontecendo em nosso corpo. Assim podemos tomar medidas para alcançar o melhor estado de saúde e bem-estar possível, e permanecer nele.


Quando medimos a temperatura corporal e identificamos uma febre, sabemos o que ela significa e quais atitudes tomar para retornarmos à saúde plena. O mesmo acontece com a frequência respiratória e cardíaca, pressão arterial e com a dor, quando conhecemos sua origem. Até aprendermos isso, ocorrências clínicas consideradas banais hoje em dia eram fatais para a humanidade.

Estabelecer um novo sinal vital significa colocar à disposição uma nova informação, um indicador complementar para o cuidado com a saúde, fazendo o bem para todos, sempre.

Antes, o acesso aos sinais que apontam alterações nas funções vitais do cérebro – pressão intracraniana (PIC) e complacência cerebral – só era possível a partir da introdução cirúrgica de um cateter e da perfuração do crânio, o que restringia sua aplicação.

brain4care permite, pela primeira vez na história, acessar essas informações em qualquer lugar, sem necessidade de cirurgias. O monitoramento é feito sem dor alguma e de maneira rápida, antes mesmo que sintomas se manifestem. assim, se abrem novas perspectivas para o diagnóstico de doenças cujos sintomas incluem alterações nesses sinais vitais, como: aneurisma, cefaleia, doenças hepáticas, hipertensão arterial, aneurisma cerebral, concussão, hemodiálise, meningite, AVC, demências, hidrocefalia e pré-eclâmpsia.

entenda mais sobre o assunto

Como é a morfologia da PIC?

Como interpretar a onda da PIC?

Quais os métodos de medir a PIC?

Existem outras formas não invasivas de monitorizar a PIC?

Qual o princípio do método de monitorização não invasiva da brain4care?

Até quantos picos podem ser identificados na curva?

O que é PPC?

O que é FSC?

O que é P1, P2, P3? como são formados?

O que é doutrina Monro-Kellie?

Quais os principais sintomas de hipertensão intracraniana?

Quais as principais causas patológicas de hipertensão intracraniana?

Qual a relação da pressão arterial com a PIC?

É possível o número absoluto da PIC estar dentro dos padrões de normalidade e o paciente estar com perda de complacência intracraniana? Se sim, como identificar?