2018-2-1

Case de sucesso da Braincare é tema de palestra na Conference on Industry-University Interactions in Brazilian Physics, em 18/10, na capital paulista

Outubro 2018 – São Paulo – SP – “Braincare: from science to the market, for the benefit of all people” é o tema da palestra que os executivos da empresa, Arnaldo Betta (COO) e Gustavo Frigieri (Diretor Científico), vão ministrar, em 18 de outubro, em São Paulo, na Conference on Industry-University Interactions in Brazilian Phisics. A conferência faz parte da Escola de Empreendedorismo para Cientistas e Engenheiros, que acontece de 15 a 19 de outubro, uma iniciativa em conjunto entre o Institute of Physics (IOP) do Reino Unido e o International Centre for Theoretical Physics – South American Institute for Fundamental Research (ICTP-SAIFR), um centro associado ao Instituto de Física Teórica da UNESP.

Segundo o diretor do ICTP-SAIFR, Nathan Berkovits, a conferência é dirigida a professores e pesquisadores da área da física e tem entre seus objetivos discutir como o conhecimento produzido pelas universidades pode migrar para as empresas; em formas de produtos, serviços e soluções que tragam benefícios para a sociedade. “Para essa interação evoluir é importante discutir formas, analisar dificuldades e conhecer casos de sucesso”, diz. Nesse contexto, a Braincare é considerada um caso de sucesso e vai contar sua história no congresso.

A startup brasileira nasceu com base na descoberta científica do físico brasileiro Sérgio Mascarenhas de Oliveira, que provou que a caixa craniana no adulto é expansível e que essa deformação pode ser captada de forma não invasiva. Com isso, derrubou um dos pilares da medicina, a Doutrina de Monro Kellie, estabelecida há mais de 200 anos, que afirma que a caixa craniana é inexpansível.

A descoberta permitiu o desenvolvimento pioneiro de um método não invasivo de acesso a dados da complacência cerebral, sem a necessidade de realizar uma cirurgia para inserir um sensor no cérebro. Com o método Braincare, basta posicionar externamente um sensor na cabeça do paciente. Os dados na forma de gráficos podem ser visualizados em tempo real pelo profissional de saúde na tela de um computador ou qualquer dispositivo móvel com acesso à internet. Essa monitorização não invasiva pode ser utilizada em vários momentos da jornada de atendimento ao paciente, como triagem para confirmar a existência de problemas neurológicos, quadros de AVC, doenças hepáticas, pré-eclampsia, meningite, trauma, hidrocefalia e em muitas outras situações.

Na apresentação, os executivos da Braincare vão contar como foi o encontro dos cientistas e dos empreendedores e o comprometimento em formar um time para que essa descoberta saísse da bancada de pesquisa para o mercado, com o propósito de desafiar os limites da medicina e contribuir para que mais pessoas vivenciem histórias de saúde e felicidade. A visão de futuro da empresa é que o método Braincare seja um novo sinal vital acessível a todos.

Sobre a Braincare

A Braincare é uma das sete startups aceleradas pela Singularity University em 2017, única brasileira, escolhida entre mais de 500 candidatas de todo o mundo. Além disso, foi finalista do Global Grand Challenge Awards by Singularity University, reconhecida pelo uso de tecnologias exponenciais para impactar positivamente a vida das pessoas em escala global, teve sua tecnologia exposta no Exponential Medicine 2017 e foi vencedora do prêmio INOVA Saúde 2017, da ABIMO. Em 2018, foi apontada no ranking 100 Startups to Watch 2018, um estudo das revistas PEGN e Época Negócios, da Editora Globo, e da Corp.VC, braço de corporate venture da consultoria EloGroup.

Palestra – Braincare: from science to the market, for the benefit of all people
18 de outubro, às 14h15
Conference on Industry-University Interactions in Brazilian Physics
Rua Dr. Bento Teobaldo Ferraz, 271, Bloco 2, Barra Funda, São Paulo (SP)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.