sars-cov-2 | covid 19

A severidade do Sars-cov-2, com muitos impactos no cérebro, levou à brain4care a apoiar o desenvolvimento de estudos que têm contribuído diretamente para um melhor acompanhamento dos pacientes com covid-19.

O uso da tecnologia permite a qualificação do diagnóstico e proporciona uma conduta médica preditiva, favorecendo a evolução e a segurança do paciente.

Covid-19 e sedação

Como auxiliar no manejo do paciente em uso de sedação utilizando brain4care

segurança no desmame

Resposta da complacência intracraniana a medida que a infusão da sedação é diminuída

delirium induzido pela anestesia

Complacência intracraniana X ritmos cerebrais anormais

sedação prolongada

Aumenta a chance de hipóxia, causa trauma neurológico e possíveis sequelas

prona x injúria na complacência

Evolução neurológica como forma de prevenção

auxiliar na neuroproteção

Entender a necessidade de aprofundar a sedação para proteger os neurônios

prevenção de reintubação

Prevenção de complicações no paciente a partir do uso da tecnologia

covid-19 e a neurologia

Na fase aguda da doença

Aproximadamente 14% dos pacientes com COVID-19 apresentam manifestações neurológicas antes de intervenção terapêutica, atingindo os 67% após sedação e desmame do ventilador (1,2).

  • 36% desenvolvem sintomas neurológicos.
    • dos 36%, 25% apresentam sintomas do SNC (1).

o sensor brain4care

É mais uma ferramenta de acompanhamento do paciente infectado pela SARS-CoV-2, que auxilia e alerta a equipe médica na tomada de decisão ao entender a evolução clínica deste paciente, trazendo direcionamento e assertividade nas condutas.

resultados personalizados

O edema cerebral compromete a complacência intracraniana alterando a morfologia da curva da PIC

Exames em série possibilitam acompanhar a evolução do paciente e traçar o perfil de curva de cada indivíduo.

por que escolher brain4care?

tratamento humanizado

Tecnologia pioneira de monitoramento não invasivo de variações de volume/pressão intracraniana.

decisões médicas rápidas e seguras

Verificação em tempo real da complacência intracraniana, leve, portátil, monitorização pontual ou contínua, mesmo em pacientes críticos.

dúvidas? vamos conversar